sábado, 12 de fevereiro de 2011

Quatro gatos


Anos 90. Kurt Cobain sempre me passou sinceridade e esse retrato caseiro reforça o jeitão cara comum. É momento de paz na vida de alguém que parece ter passado a vida toda atrás dela. O olhar de Kurt, o olhar de Frances e o filhote de gatinho. Um dia feliz, deve ter sido sim.



A fisionomia etérea da pessoa assemelha-se a do felino branco. Ambos distantes e mirando paisagens outras. Audrey Hepburn de olho no estar bem na foto e o gato, bom, o gato deve estar vislumbrando um passarinho sapeca voando por trás da vidraça. E a chuva caindo


Elizabeth Taylor é o melhor retrato do star system hollywoodiano. É só observar seus retratos e comparar com o das celebridades atuais - Angelina, por exemplo. É outro mundo, claro, mas Liz Taylor só uma. E aqui, quase um luxo, de dona de casa que esqueceu o bichano no bolso do vestido petit-pois. Chiqueria total.





Marlon Brando bem jovem e todo trabalhado no Actor´s Studio. Cara de ensaio pra mostrar que jovens astros também são gente. E que Brando, promessa de Hollywood, também tinha intimidade com teclados. E a tranquilidade do mimi branco esparramando-se entre a almofada do sofá e o pescoço do galã?








2 comentários:

Zé Rodrigo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Zé Rodrigo disse...

Sensacional!
A Elizabeth com o gato no bolso e o Brando com o gato no ombro parecem ser cenas comuns aqui em casa. Afinal, temos 5 gatos aqui :-))
O Brando está com o que seria um Lap Top da época no colo...

Houve um revólver na minha vida. E fuzil também

Um trezoitão foi personagem de minha infância. Episódio difuso, enigmático, envergonhado, repleto de sombras: só fui saber mais dele quan...