terça-feira, 3 de abril de 2018

Poesias nunca lançadas de Caio F. estão à venda




"Quando a gente está contente tanto faz o quente, tanto faz o frio": Caio Fernando Abreu

Um dos campeões de frases falsas, aquelas que nunca escreveu, nas redes sociais é Caio Fernando Abreu e isso já se tornou piada. A daí de cima, por exemplo, não é dele. Mas existe um livro que autentica a autoria. É Poesias Nunca Publicadas de Caio Fernando Abreu, que a editora Record planejava lançar em novembro de 2012 e desistiu. Desistiu por quê? Um dos 116 poemas incluídos não era de Caio F. e sim uma conhecida canção de Gilberto Gil que as duas professoras/ pesquisadoras que organizaram o livro, Letícia da Costa Chaplin e Márcia Ivana de Lima e Silva, a encontraram em um de seus diários e confundiram com seus poemas. E olha que Barato Total, a canção, é das mais conhecidas de Gil. Está na página 49 (ao lado), sem título, com o número "13" (olha o aviso) e com a data "1976" (Gal Costa a gravou no disco Cantar, de 1974).

Poesias Nunca Publicadas de Caio Fernando Abreu nunca foi lançado, chegou a ser distribuído para a imprensa (matéria abaixo) e pode ser comprado pela internet. Na Estante Virtual, por exemplo, há vários exemplares,  a maioria deles são de sebos do Paraná, de Curitiba e Londrina. O preço vai de 29,90 a 250,00, em um sebo de Porto Alegre. Na Amazon, "2 usados a partir de 16,50 e 6 novos a partir de 17,90".

Na introdução, as organizadoras falam da influência da música brasileira na obra de Caio F. e até identificam citações a três - Vapor Barato, Fumando Espero e Pra Dizer Adeus - em Poltrona Verde, versos compostos para a cantora, personagem título do romance Onde Andará Dulce Veiga?. Mas Barato Total passou batido e impediu que as poesias inéditas de Caio Fernando Abreu chegassem ao público.


E quatro poesias de Caio F. aqui incluídas estão em Poesia Gay Brasileira, que saiu recentemente. São elas: Obsceno, Para Um Amor Que Não Veio, Realista e Fever 77º, que vai abaixo. Essa antologia pioneira, organizada por Amanda Machado e Marina Moura, reúne 130 poemas com o tema homossexualidade, escritos  por 44 autores - Hilda Hilst, Mario de Andrade, Antonio Cícero e Vange Leonel, entre eles. 



E aqui o link para duas matéria de quando a editora cancelou o lançamento do livro

http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/1226291-troca-de-poema-de-caio-fernando-abreu-por-musica-de-gilberto-gil-adia-publicacao.shtml

http://www.literatsi.com.br/noticia/editora-desisti-de-publicar-poemas-de-caio-fernando-abreu/



Nenhum comentário:

Houve um revólver na minha vida. E fuzil também

Um trezoitão foi personagem de minha infância. Episódio difuso, enigmático, envergonhado, repleto de sombras: só fui saber mais dele quan...